1ª Mostra Taturana de Cinema / 2019 pela Democracia

10 a 16 de setembro | SP

Excelentíssimos

(Brasil, 2018, 152’, dir. Douglas Duarte)

 

Chegamos em Brasília em março de 2016 para filmar um documentário sobre o Congresso Nacional, para observar como é feita a política no Brasil. Mas então Lula foi levado por duzentos homens armados para depor. Preocupada se seu padrinho estava sendo colocado de fora das próximas eleições, Dilma Rousseff escolheu nomeá-lo como ministro da Casa Civil. Em poucas horas, mais de 30 mil pessoas estavam na entrada do Palácio do Planalto gritando por sua renúncia. Dentro de um dia, foram postos procedimentos para um impeachment, em pé de guerra. E nós estávamos lá, com as credenciais certas, câmera e microfone. Então, viramos a engrenagem para retratar a história em tempo real. Legisladores corruptos se tornaram delatores. Um presidente defendendo seu mandato com um pedaço de papel. Falcões traçando sua subida ao poder enquanto multidões cantavam. O filme é um retrato franco da democracia brasileira em um de seus momentos mais feios, contada por uma equipe que a presenciou dia a dia.

Ficha Técnica

  • Produzido por: Julia Murat e Douglas Duarte

  • Produção executiva: Gabriel Bortolini

  • Roteiro: Douglas Duarte

  • Direção de fotografia: Camila Freitas

  • Montagem: Lia Kulakaukas

  • Edição de som: Ricardo Cutz

  • Mixagem: Ricardo Cutz

#democracia: Excelentíssimos provoca reflexões sobre a CONSTRUÇÃO DEMOCRÁTICA no Brasil. Ao retratar a dinâmica das articulações nos corredores do Congresso Nacional durante o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff entre 2015 e 2016, o documentário revela facetas bastante controversas do atual regime democrático brasileiro e escancara as falhas de nosso sistema político em garantir a composição de um parlamento que efetivamente represente a sociedade brasileira.

Sessões na Mostra

11/09, às 19h, no Cine Olido

12/09, às 19h, no CCSP

antes da sessão acontece a aula pública sobre o livro COMO AS DEMOCRACIAS MORREM?, com:  

 

  • JOYCE MIRANDA LEÃO MARTINS, pós-doutora em Ciência Política pela PUC-SP e pesquisadora vinculada ao Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (NEAMP), da PUC-SP, ao Núcleo de Investigação em Práticas e Competências Midiáticas (NIP-COM) da Universidade Autônoma de Lisboa (UAL) e ao Centro de Estudios en Género y Relaciones Internacionales da Universidad Nacional de la Plata.

* Você pode imprimir em A4 e fazer o acabamento

com duas dobras no local indicado.

CONSTRUÇÃO DEMOCRÁTICA

baixe o material complementar

Sobre o realizador

 

DOUGLAS DUARTE é diretor, produtor e jornalista. Começou trabalhando para redes de TV internacionais como a UNTV (ONU), BBC (Grã-Bretanha) e NHK (Japão). Produziu e dirigiu em seguida os longas Personal Che (filmado em quatro continentes), Território, (filmado dentro da secretaria de segurança do Rio de Janeiro) e Sete visitas, além de diversas séries para TV (Oncotô, Socorro!) e institucionais. Já teve projetos em iniciativas como Berlinale Script Station, Laboratório Sesc de Roteiros, Ventana Sur e em editais como o de desenvolvimento de projetos da Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro e o de produção de documentários da RioFilme/Canal Brasil.