Lembra

(Brasil, 2018, 10’, dir. Leonardo Martinelli)

 

O cotidiano de uma jovem carioca testemunhado através da tela de seu celular e dos fluxos de comunicação em suas redes sociais.

Ficha Técnica

  • Direção e roteiro: Leonardo Martinelli

  • Produção: Leonardo Martinelli, Lucas Lourenço, Matheus Albano

  • Estrelando: Isis Mendes Távora, Viniele Lopes

  • Montagem: Pedro de Aquino, Lucas Stuvok

  • Som direto: Mariana Isis

  • Direção de arte: Maurício Artiquelino

  • Direção de fotografia: Leonardo Martinelli

#democracia: O Brasil tem níveis acima da média mundial no que se refere a violência e homicídios. No 1o semestre de 2019, 1.075 pessoas foram mortas pela polícia Civil e Militar no Rio de Janeiro, e de acordo com o Atlas da Violência, em 2017 morreram dez vezes mais pessoas negras do que não negras em todo o país. Na ânsia de combater a violência e as drogas, dados mostram que o Estado comete excessos e prejudica principalmente jovens, negros e mais pobres. O filme LEMBRA demonstra que a presença das forças armadas no Rio de Janeiro interfere diretamente no cotidiano dos moradores das favelas, mas não impacta frontalmente a vida de moradores das áreas mais nobres da cidade, que atuam principalmente como espectadores da violência. A denúncia do abuso de violência em todos os âmbitos possíveis é importante, contudo é fundamental garantir os direitos de ativistas das comunidades que lutam no COMBATE À VIOLÊNCIA DE ESTADO.

Sessões na Mostra

11/09, às 19h, no CCSP 

sessão + debate sobre ESTADO E VIOLÊNCIA com: 

  • NATHÁLIA OLIVEIRA, coordenadora da Iniciativa Negra Por Uma Nova Política sobre Drogas (INNPD), presidente do Conselho Municipal de Política de Álcool e Drogas de São Paulo e integrante da Secretaria Executiva da Plataforma Brasileira de Política de Drogas.

  • RAULL SANTIAGO, empreendedor social, comunicador independente e ativista, integrante dos coletivos Papo Reto e Movimentos, e compõe à Assembleia de Membros da Anistia Internacional.​

[curta exibido antes do longa "América Armada"]

13/09, às 17h, no CFC Cidade Tiradentes

COMBATE À VIOLÊNCIA DE ESTADO

baixe o material complementar

* Você pode imprimir em A4 e fazer o acabamento

com duas dobras no local indicado.

Sobre o realizador

 

LEONARDO MARTINELLI é formado em roteiro no Rio de Janeiro, e realizador de curtas-metragens. Seu filme 'Vidas Cinzas' foi premiado em múltiplos festivais no Brasil, África e Europa, tendo ganho os prêmios máximos do Cine PE, Encontros de Cinema de Viana, Festival Caminhos do Cinema Português, dentre outros. Foi selecionado em mais de noventa festivais. Seu filme  'Lembra' foi premiado no Festival do Rio.

1ª Mostra Taturana de Cinema / 2019 pela Democracia

10 a 16 de setembro | SP