Captura de Tela 2021-08-09 às 07.16.06.png
O Bocado da Cova da Moura que há em Nós

(Portugal, 2014, 21', dir. Edson Diniz e Edu Semedo)

Um pequeno documentário feito sobre o Bairro Cova da Moura, situada na Linha de Sintra, município da Amadora - uma das maiores e mais antigas comunidades de população negra existentes na área metropolitana de Lisboa. Um grupo de jovens moradores da zona se juntou para contar um pouco sobre a realidade em que vivem e as expectativas que possuem sobre o futuro, deles e do bairro.

Ficha Técnica

 

  • Roteiro, produção e direção: Edson Diniz e Edu Semedo

  • Diretor de fotografia: Roque G

  • Edição: Edson Diniz e Edu Semedo

Sessões na Mostra

Online

14/09 a 19/09 - Plataforma TodesPlay

 

todesplay_horizonta_monob.png
barra-1.png

18/09, às 16h (BRT) e às 20h (PRT),

na                        e no 

Debate: VIDAS NEGRAS IMPORTAM, com 

 

  • GISELLE FLORENTINO, economista e coordenadora Executiva da Iniciativa Direito à Memória e Justiça Racial-Baixada Fluminense-RJ.

  • DÉBORA SILVA, mãe de Edson, vítima do massacre de Maio de 2006. Fundadora e coordenadora do movimento Independente Mães de Maio. Educadora popular e pesquisadora do CAAF-Unifesp e PLPs e fundadora da Rede Nacional de Mães e Familiares.

  • NILMA BENTES, engenheira agrônoma, uma das fundadoras do Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará, afiliado à Rede Fulanas NAB - Negras da Amazônia Brasileira; da AMNB - Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras e da Coalizão Negra Por Direitos. Foi a idealizadora da Marcha das Mulheres Negras (2015).

  • Intervenção poética de LUZ RIBEIRO, integra o grupo de pesquisa e teatro “coletivo legítima defesa”, escreve desde que fora alfabetizada e nem por isso se acha poeta, sonha com o dia que será poesia. Slammer. Luz é: mar-mãe de ben e filha-mar de odoya.

todesplay_horizonta_monob.png
2560px-Logo_of_YouTube_(2015-2017).svg.png

#VidasNegrasImportam: Os filmes  Entre Nós e o Mundo (Brasil, 2019), Eu Pareço Suspeito? (Brasil, 2018), O Bocado da Cova da Moura que há em Nós (Portugal, 2014) e O Caso do Homem Errado (Brasil, 2017) integram o eixo temático da Mostra VIDAS NEGRAS IMPORTAM: violência de Estado e genocídio da população negra. Todos abordam o genocídio como o extermínio deliberado – físico e simbólico – de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e, por vezes, sociopolíticas. No Brasil, o genocídio da população negra é um tema urgente, realidade decorrente do racismo estrutural que molda o Estado e a sociedade, afeta a polícia, as empresas, as instituições políticas e a população como um todo. O curta português O Bocado da Cova da Moura que há em Nós entrevista jovens moradores da Cova da Moura, uma das maiores e mais antigas comunidades de população negra existentes na área metropolitana de Lisboa. Entre falas sobre suas realidades e perspectivas de futuro, há uma unanimidade quando se trata dos principais problemas do lugar: a estigmatização da mídia e as invasões injustificadas da polícia.

Captura de tela 2021-08-09 125037.jpg

Sobre os realizadores

Ambos formados com o curso profissionalizante de multimídia, Edson Diniz e Edu Macedo produziram o filme como trabalho final do curso técnico e atualmente trabalham na área da construção civil.