1ª Mostra Taturana de Cinema / 2019 pela Democracia

10 a 16 de setembro | SP

LONGAS

América Armada

(Brasil, 2018, 90’, dir. Alice Lanari e Pedro Asbeg)

 

Ameaçadas de morte, três pessoas no Brasil, Colômbia e México resistem à violência usando armas como a informação, a conscientização e o afeto. Três países, muitas vidas, unidos pela opressão.

Excelentíssimos 

(Brasil, 2018, 152’, dir. Douglas Duarte)

 

Um retrato franco da democracia brasileira em um dos momentos mais críticos de sua curta história, acompanhada durante quatro meses, em 2016, por uma equipe de filmagem.

Espero tua (Re) Volta

(Brasil, 2019, 93’, dir. Eliza Capai)

O filme acompanha as lutas estudantis desde as marchas de 2013 até a vitória do presidente Jair Bolsonaro, em 2018. O filme é conduzido pela narração de três estudantes, evidenciando as complexidades de pontos de vista da luta.

Hungria 2018 - Bastidores da democracia

(Hungria, 2018, 82’ dir. Eszter Hajdú)

Retrato da eleição presidencial da Hungria de 2018, que elegeu como primeiro-ministro um político de extrema direita. Busca compreender o nacionalismo e o papel do medo e da raiva no processo eleitoral.

Virando a mesa do poder

(EUA, 2019, 87’, dir. Rachel Lears)

 

O filme mostra os bastidores da eleição de quatro mulheres determinadas a derrotar políticos com campanhas milionárias na disputa para o Congresso dos EUA em 2018.

SLAM Voz de Levante

(Brasil, 2017, 81’, dir.Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva)

Em Chicago, Nova York, Paris, Rio de Janeiro e São Paulo, as batalhas performáticas de poesia falada se firmam como encontros que instigam a criatividade e o convívio entre diferentes.

O Pacto de Adriana

(Chile, 2017, 96’, dir. Lissette Orozco)

 

Quando criança, Lissette tinha sua tia Adriana como um exemplo. Ao descobrir que ela trabalhava para a polícia do ditador Augusto Pinochet, decide enfrentá-la para desvendar os segredos da história de seu país.

CURTAS

Beat é Protesto - O Funk Pela Ótica Feminina

(Brasil, 2019, 23’, dir. Mayara Efe)

 

Onde estão e quem são as minas que compõem o movimento do funk? O funk sempre foi uma forma de protesto e ser mulher também é! 

Lembra 

(Brasil, 2018, 10’, dir. Leonardo Martinelli)

 

O cotidiano de uma jovem carioca testemunhado através da tela de seu celular e dos fluxos de comunicação em suas redes sociais. 

Magalhães 

(Brasil, 2018, 22’, dir. Lucas Lazarini)

 

Filme-arquivo sobre um político em campanha, os embaraços de sua equipe de filmagem e eleitores desconfiados em meio ao impeachment do presidente Collor.

Fake News FairyTale / Fake News: um conto de fadas

(UK, 2018, 15’, dir. Kate Stonehill)

Nesta fábula sobre fake news, adolescentes criam notícias falsas que geram milhares de acessos nas mídias sociais desde a eleição presidencial dos EUA, em 2016.

Liberdade

(Brasil, 2018, 25’, dir. Pedro Nishi e Vinícius Silva)

Sow, Abou e Satsuki se encontram em um bairro de São Paulo chamado Liberdade. Uma história sobre imigração, assombrações e resistência.

NEGRUM3

(Brasil, 2018, 22’, dir. Diego Paulino)

Entre melanina e planetas longínquos, NEGRUM3 propõe um mergulho na caminhada de jovens negros da cidade de São Paulo.